Pesquisar este blog

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

AO MEU AMADO-AMIGO

TODOS OS MOMENTOS

... estou aqui, ao teu lado, em todos os momentos. E isso deveria ser inacreditável. A resposta ou a atenção que chamo para essa presença efetiva, é querer. Se você não quizesse eu não poderia estar, e nem me sentiria assim...
... amado-amigo, é o lugar que sempre existiu e existirá em nossas vidas que faz a diferença. Este lugar é produzido de antemão em razão de tudo o que nós vivemos.
... vivemos juntos e convivemos com as demais pessoas. Todas essas pessoas compõem esse lugar, através dos afetos, emoções, sentimentos, pensamentos que foram compartilhados.
... amado-amigo, esse lugar ocupa todos os espaços por seu caráter de perenidade, de efetividade. Ainda mais, diferença e aceitação. Aceitamos o outro, olhamos ao outro, nos deixamos olhar, nos deixamos tocar, transmitimos um sentido e significado.
... querido, palavras assim, ou as vezes nenhuma palavra, simplesmente a presença. Sem julgamento precipitado, sem falsa modéstia, sem medo de ser o que simplesmente somos. Pessoas que vivem.
... amado-amigo, não importariam as conquistas se nestas conquistas não existissem outras pessoas. O que seriam as vitórias, se não tivessemos que passar aquele momento quase insuportável do cansaço, do desgaste, da prontidão ininterrupta?! Pois é, e poder dizer adiante, vc esteve presente, vc me acomodou em seu espírito.
... é isso que faz valer tudo e a vida.
... sempre te amando muito.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

O CORAÇÃO

O CORAÇÃO

...amado-amigo, a alma, o espírito, sensação, sentimento, emoção. Localizar no corpo, esperamos que localizem no corpo humano algo assim parecido com uma doença, pathos, e depois o tratamento.
... não nos emocionemos muito, ou não nos desesperemos demasiadamente. Ou não sintamos nada. Localidade: habitando o corpo.
... o espírito, habita o corpo. O sujeito humano leva, conduz essa carcaça para todos os lugares possíveis e impossíveis, faz uso dela.
... transpassam essa carcaça com ferramentas, pode ser um prego, pode ser uma faca, pode ser uma bala, ou uma rajada de metralhadora. O corpo transpassado, literalmente cai, apodrece e desaparece, mistura-se a todo o resto.
... Localizar a vida no sujeito humano, mediante os afazeres cotidianos da violência, suprimindo o espaço e possibilidade de qualquer elaboração, torna-se difícil.
... a materialidade do corpo, corresponde à possibilidade de ladearmento, extensão de sua iniciativa, a produção inerente a seu comportamento neste lugar, o mundo.
...amado-amigo, ferir o sentimento, ameaçar a liberdade, gerir a miséria, violência contra o espírito de vida.

DESEJO E AMOR - AO MEU AMADO-AMIGO

DESEJO E AMOR

... DESEJO E AMOR, PERPETUAMENTE.
... quanto a isso, quero também lhe dizer, amado-amigo. Estamos todos sendo vítimas do sexo. Flagelo do sexo. Resto. Torno a sentir, e me lembro as primeiras recordações que o meu pensamento traz em relação ao sexo: proibição, pecado, culpa, castigo... São recordações.
... mas quando procuro em minhas lembranças, a forma do amor, naqueles tempos primeiros, a avassaladora paixão, seguida de "sempre". Para sempre te amar.
... o primeiro toque, no corpo do outro é um espanto, um descobrimento, uma aventura. A maior conquista. O beijo depois de tanto esperar, traz consigo o sonho de eternidade, a entrega absoluta.
...hoje, sinto muito, sinto muito por todos nós, o sexo não é mais desejo, é flagelo. Comiseração, ausência de graça, vazio.
...amado-amigo, a fantasia, que bela. As árvores da Praça do Expedicionário no outono, as folhas amareladas caídas, e estabelecidas ali, o encanto da noite... Ou, as luzes em pequenos pontos luminosos quando da chegada em uma cidade, a estrada, a solidão e a tua presença, depois de tanto tempo de espera.
...encontrar um amor, tocar a pele, sentir o arrepio, navegar no desejo, o corpo amado do outro, o prazer, todo o prazer dado e recebido...
... hoje, sinto muito amado-amigo, o sexo é flagelo.
... o desejo está para a espera, a conquista, a novidade,o querer precisa sentir.
... o querer precisa sentir para desejar e estabelecer uma ponte entre eu e o outro. Senão, quanta angústia, quanta falta de tato, quanta perversão e crueldade humanas.
... homem e mulher. A amizade é uma confissão da verdade. O universo, imagine a extensão do corpo, quantas miudezas, quantas partes somadas, e a vida nas veias, o pulso. O impulso. O impulso que me leva a tocar os teus lábios com os meus, e explorar todo o território do teu corpo, e estabelecer ali a minha vontade, dar e receber.
... me perder nas tuas vias e rotas, nas tuas mãos, até descobrir que estive naquele momento, entregando o meu espírito.
...infelizmente, hoje o sexo é flagelo-humano, miséria.
...a superfície da pele não consegue mais ser sensibilizada, o olhar não consegue mais enxergar, e nem o ouvido, escutar. As redes do internetez, são sacanas, são anais, são orais, mas não tocam o desejo, através do sentimento. Sequer passam perto... Uma orgia do internetez, uma fissura, uma cloaca humana de onde vêm e escorre toda a miséria, toda a anuência, toda a degradação.
... nada disso é comparável ao amor. Esse exílio que submete o homem, o sexo enquanto flagelo, rechaço absoluto da diferença humana, rechaço do homem e da mulher.
...DESEJO E AMOR PERPETUAMENTE. A prisão vista de dentro para fora, uma arma insólita, antes de morrer para a vida.
... não esqueço as lembranças, não as vivo, eu as movimento dentro de mim. Eu sei que tenho tocado o humano, eu sei que sou mulher, sinto o homem, desejo... quanto desejo, mas não vacilo nesse dejeto contrário, não piso neste lôdo infecundo.
... amado-amigo, desejo e amor. Sempre.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

AO MEU AMADO-AMIGO

AO MEU AMADO AMIGO

... sinto, querido, o escândalo da vontade, me surpreendo sempre, a todo momento, a possibilidade de ir além. O escândalo da vontade quer dizer que quero muito. Quero muito, muito mesmo, até onde o mais não signifique nem futuro e nem passado, outro espaço.
... meu amado-amigo, a voz que lanço enquanto falo, veste sempre o sentido de participar, de ver ao outro. Coragem, o escândalo da vontade...
... amado-amigo, quero muito a emoção verdadeira, quero muito o desconhecido de ti, quero muito abrigar o que não-sei de ti em mim. O escândalo da vontade.
... o segredo, se pudéssemos esconder algo. O segredo é sempre a revelação inusitada, de um outro momento em nós mesmos, de uma verdade descoberta agora.
Aonde te vejo? me reporto a você neste início de mim. Sabe, o escândalo da vontade é segurar tua mão e olhar os teus olhos. Descobrir o sentimento dos teus traços.
... assim, este risco embaixo dos olhos, que sustentam teus cílios... eu me arrisco, sei, mas não minto, esse risco existe. A verdade é quase todas as vezes, arriscada.
... O escândalo da vontade, te quero muito aonde se abre a tua emoção, paro e penso, e sinto outra vez, e já não é a mesma coisa, e já não parto do mesmo início.
...amado-amigo, agora tenho que ir, mas fico. Eu permaneço dentro de ti. Eu tenho amado em você toda vontade de sentir, recomeçar, encontrar.

sábado, 25 de setembro de 2010

Milva - Ave Maria (Piazzolla)

YO-YO MA

Piazzola Yo Yo Ma Libertango

"Libertango" dancer: Pablo Alonso

Tango (Piazzolla - Panic)

Verano Porteño - Astor Piazzolla - Tango

O ESPÍRITO DA PALAVRA - por Diadorim Sabiá

O ESPÍRITO DA PALAVRA

AO MEU AMADO-AMIGO

As músicas que ouço, lembram vc.... Saudades eu tenho. Mas o que me falta, é o intervalo. bonita palavra: intervalo, ou interlúdio, ou qualquer palavra assim, sem ser descartável.

Meu amado-amigo, saudades tenho. Provavelmente porque nos abraçamos muito, e nos beijamos muito, e nos queremos em demasia. Provavelmente, amado, depois de ser amigo.

O "amigo", porque votos de compromisso fizemos, assim, voto de silêncio, voto de serenidade, voto de verdade, voto de perenidade, tudo contado nos minutos que usamos para imaginar a nossa amizade velada, a nossa amizade querida, e raras vezes....

O amado-amigo, sempre o quiz, e por isso o encontrei. É que é tanta saudade de sentir, e ver o sorriso, o rosto, a cicatriz, as linhas de expressão, o contorno, as sombras, os deslizes, abismos, tudo escrito ali no teu corpo, na imagem que vi, e revi, e revivi tantas e tantas vezes.

Provavelmente vivemos de uma vida que não se faz presente nesta realidade. Mas presente neste espírito de ternura e amor, e vontade e também desejo. Amado-amigo, todas as manhãs.... como um café-da-manhã, escutar, meditar, sensibilizar.

Amado-amigo, amigo-amado. Só poderia dizer a vc, isso. Assim, tudo isso. Não simplesmente isso. Nossa, quanta querência.... e simplicidade passa por nós, e nós nos damos a mão, amado-amigo.

... espero que vc saiba, é para vc, nao é para outro, é para vc. Eu estou dando e entregando a vc.

beijos amado-amigo-amado.

A inspiração que nasce em mim pode ser dita ou descrita na intenção do sonho, na esperança da fantasia.
Nossos acontecimentos, amado-amigo, são particulares e partilhados, são dados e declarados, no suporte do segredo. Vivemos mais do que o acontecimento de vida, vivemos no espírito de entregar através da amizade, toda a conduta da verdade.
Ao amado-amigo, confio tudo.
E esta confiança, de alguma forma, guarda o meu corpo do toque de todas as mãos... O toque profundo do beijo, da pele, quando os dois são apenas um, talvez esse seja o maior segredo que guarda toda a intimidade de uma amizade...
Amado-amigo, linhas de contorno, são as palavras procuradas as que quero mais próximas do teu sentimento e da minha vontade.
Amado-amigo, você abrigará a minha chegada, a minha derrota, a minha luta, como um castelo, e eu o receberei sempre neste colo, com as minhas tranças, com o beijo que desperta o teu sorriso.

domingo, 12 de setembro de 2010

Jaime Sabines "LOS AMOROSOS"

Jaime Sabines "Me tienes en tus manos"

Jaime Sabines "Me tienes en tus manos"

Jaime Sabines "No es nada de tu cuerpo"

Espero curarme de ti

Espero curarme de ti

Jaime Sabines "No es que muera de amor"

Pablo Neruda 'Me gustas cuando callas ' en su voz