Pesquisar este blog

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

A PREVIDÊNCIA SOCIAL E OS CUIDADORES ANÔNIMOS por DENISE FRANÇA



CURITIBA, 22 DE FEVEREIRO DE 2016.
JÁ FAZ ALGUM TEMPO QUE TENHO VONTADE DE ESCREVER SOBRE OS CUIDADORES. As férias passaram, tive muita vontade de escrever, mas pouco tempo para isso. Hoje, percebi que era necessário falar sobre isso.
A minha vida passou por caminhos e descaminhos. Entenda-se caminhos, aqueles que nós sonhamos e programamos, desejamos.... E descaminhos, aqueles acontecimentos que envolveram nossa pessoa, e causaram modificações no curso da nossa vida, involuntariamente.... Eu não sou uma filha solteira, no sentido pejorativo que se dá a esta palavra: não casou, não teve filhos, ficou para titia, mal amada..... Não, não foi assim a verdade da minha história. Eu vivi 13 anos com cum homem, provavelmente seria meu marido. Não foi. Aos 30 anos, me separei. Fiquei sozinha de tudo. Depressão pós separação, tristeza, vazio, aquilo que sente toda pessoa quando perde alguém que amava.....
Posteriormente, morei com meus pais.... O meu pai determinou assim: não sai de casa se não casar (válido para as mulheres somente). Não aceitava sequer que eu morasse com um namorado.... vida sexual antes do casamento, era promiscuidade.... Mas lutei contra isso, e até onde sei, fui feliz ao lado deste homem. Enfim....
Passada a depressão, comecei a enfrentar a vida, estudava a noite, em escolas públicas, porque não tinha emprego e nem salário.... E comecei a cuidar aqui de casa, porque não queria que falassem de mim. Mal, porque o povo fala mal.... E fui assumindo os serviços desta casa..... a maior parte deles.
Dois anos depois que me separei, meu irmão também se separou. Veio para esta casa, e os filhos dele ficavam a maior parte do tempo aqui conosco. Um dia, o Gustavo, com 4 anos, puxou a minha mão e perguntou se eu podia cuidar dele e da irmã menor. Eu disse a ele que cuidaria para sempre....
O QUE É CUIDAR???? A gente fala, “cuidei de muitas pessoas ao longo da vida....”. Parece que cuidar é algo não tão natural assim nos dias de hoje. Mas, antigamente, antropologicamente falando, as famílias tinham muitos filhos, e um deles era escolhido para ser padre, e a mulher, para cuidar dos pais na velhice..... Essas raízes perduram..... CUIDAR DE ALGUÉM POR QUE??? PORQUE PRECISAM.... As crianças não crescem saudáveis sem a maternagem..... E a maternagem não significa a mãe BIOLÓGICA, significa a FUNÇÃO MATERNA que pode ser exercida por qualquer pessoa, com competência para tanto. Essencialmente, a presença do SIGNIFICANTE PATERNO, aquele que restringe, modifica, transforma, separa, diferencia. O que antigamente se falava “pulso firme”. Uma pessoa ambígua na sua vontade própria, não pode esperar que seu filho seja sensato ou coerente em suas decisões... O pai que diz uma coisa, e a mãe que diz outra coisa, também não garante que a criança possa internalizar um valor adequado acerca da realidade....
CUIDAR É SE DEBRUÇAR SOBRE AQUELE SER ALI. Exige o tempo da tua vida, exige a observação, exige o respeito pelo espaço daquele ser, e uma série infinita de outras necessidades. Antes de mais nada, aquele que se propõe a cuidar, obviamente tem que ter vontade para isso. E ESSENCIALMENTE, NÃO CUIDAMOS DE ALGUÉM DE LONGE. Não é possível cuidar de uma criança, apenas olhando. Nem espalhar um monte de brinquedos pelo chão, e se sentar no sofá para assistir o jogo de futebol, ou ficar lixando e pintando as unhas.... O cuidar vai muito longe.... até o ponto de comunhão com este outro ser, ao longo dos anos.... E como cuidamos, precisamos NOS CUIDAR.....
PRIMEIRA LIÇÃO: quando eu soube que estava sozinha na vida, eu pensei exatamente isso: preciso me cuidar. Preciso fortalecer minha vontade, fisicamente, mentalmente, espiritualmente. Quando eu comecei a cuidar de outras pessoas, da mesma forma.... E não somente somos escudo de sentimentos positivos, mas de sentimentos negativos. E quanto a esses últimos, precisamos ter cuidado. Precisamos aprender a assimilar os sentimentos e sensações negativas, e saber transforma-los em nosso interior, para que futuramente não gerem cobranças, em forma de vingança, retaliação, rancor....
Estou falando por outro lado, da PREVIDÊNCIA SOCIAL, E DAS FILHAS SOLTEIRAS..... O LADO ADVERSO. Onde eu não me encaixo, mas respondo por mim, e por algumas pessoas com a mesma EXPERIÊNCIA DE VIDA. Nem sempre as filhas solteiras estão de olho na APOSENTADORIA DOS PAIS..... Mas, no meu caso, saiba, SAIBA, NESSES 27 ANOS DE CUIDADOS, não recebi salário, e nem usei indevidamente o dinheiro de minha família..... EU SEI, E DEUS SABE. Falo isso, porque não gosto das GENERALIZAÇÕES AS QUAIS A LEI PROPÕE, CÓDIGOS E DEVERES, EM RAZÃO DE UMA TRANSAÇÃO DE CUNHO COMERCIAL......
A PESSOA QUE CUIDA DE OUTRA PESSOA, MESMO RECEBENDO PARA TANTO, RECONHECE QUE O PAGAMENTO RECEBIDO ESTÁ BEM LONGE DE SER RAZOÁVEL NO QUE DIZ RESPEITO AO TEOR DE SEU TRABALHO....
COMO DIZIA UM PSICANALISTA FRANCES, LACAN, O PREÇO CORRESPONDE A UMA DÍVIDA QUE VEM EM LUGAR DE OUTRO REGISTRO E CÓDIGOS.... ESSA NEGOCIAÇÃO QUE SE PRETENDE APENAS MATERIAL, COMERCIAL, NÃO EXISTE. EXISTE SIM, UMA FORÇA DOMINANTE, EXISTE UMA FORÇA DE REAÇÃO, EXISTE PRESSÃO E MUITA, EXISTE COERÇÃO.... EXISTE AQUILO QUE NÃO É DITO, MAS QUE ESTÁ ALI, FUNCIONANDO ...... TANTO ISSO É VERDADE QUE FREUD, FALAVA EM COTAS DE AFETO, INVESTIMENTOS, PRESSÃO, PULSÃO, A NÍVEL DO PSIQUISMO HUMANO..... O QUE É BEM DIFERENTE DO ORGANISMO..... INFELIZMENTE ISSO FOI TÃO MAL ENTENDIDO..... NÃO HÁ COESÃO. NÃO DÁ PRA IGUALAR, NÃO DÁ PARA GENERALIZAR.... NÃO DÁ PARA FAZER IGUAL....
Assim como as domésticas, as DONAS DO LAR..... A PREVIDÊNCIA SEMPRE VAI PECAR.... E GRAVEMENTE.... Existem mães com filhos DEFICIENTES FÍSICOS, prescidem de quase todo o tempo para cuidados. Mesmo quando encontram um dispositivo para auxiliar nesse sentido: escola, organização, instituição..... Assim, as empregadas domésticas, que vigem o seio familiar, as vezes por longos anos, sabem tudo, organizam tudo, organizam até a vida dos seus “patrões”, mas continuam tendo um VALOR SOCIAL MISERÁVEL....
DESTA FORMA, VOCÊS PODEM OBSERVAR QUE A VIDA, A “VIDA” REALMENTE ESTÁ FORA DAS LEIS, DA PREVIDÊNCIA SOCIAL, E A VIDA DEPENDE ÚNICA E EXCLUSIVAMENTE DE UM COMPLEXO TODO, MAS PRINCIPALMENTE DA BOA VONTADE DESTES SERES QUE CUIDAM DE OUTROS SERES, NÃO COMO OBJETOS DE MANIPULAÇÃO, MAS COMO PESSOAS.

OS IDOSOS. CHEGAMOS AOS IDOSOS, AOS SEUS CUIDADOS. TODOS NÓS CHEGAREMOS A ISSO COM O PASSAR DOS ANOS. E ENTÃO SABEREMOS O QUE ISSO QUER DIZER.... A carência da terceira idade é muito grande. A carência da terceira idade, vem bem antes, ESTA CARÊNCIA É PRODUZIDA E DIFUNDIDA PELOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO E PELA MÍDIA, DESDE A APOSENTADORIA, QUE COMEÇA POR VOLTA DOS 50 ANOS DE IDADE. UM ABSURDO! O empobrecimento do SUJEITO HUMANO no que se refere ao seu valor de pessoa, sua possibilidade criativa e racional, sua HERANÇA, PATRIMÔNIO CULTURAL E SOCIAL, MEMÓRIA, estão dispersos por uma série de problemas..... UMA PESSOA COM 50 ANOS DE IDADE, ABSURDAMENTE, JÁ É VISTA COMO VELHA..... O QUE É SER VELHA??? Não ter mais utilidade neste campo do GOZO PERVERSO DO MERCADO FINANCEIRO E DO CAPITAL? Sem dúvida. E a depressão é subsequente à aposentadoria..... principalmente para os homens....
A falta de atividade, o menosprezo que a sociedade dá ao idoso, produz este ser em deficit, que deve ser mantido à parte da sociedade: em asilos, em recantos, em cantos, nas esquinas do vazio..... Uma coisa leva a outra. A saúde de uma pessoa não pode ser determinada através de sua idade cronológica.
Acho que consegui PARTICULARIZAR o SIGNIFICADO DA PALAVRA “CUIDAR”. Tirá-lo desta dispersão que macula seu REAL SIGNIFICADO.
HÁ MAIS AINDA A DIZER....
Ass.: DENISE FRANÇA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FALE O QUE PENSA E SENTE, SEM CENSURA, MAS TENHA O RESPEITO DEVIDO.